Skip to content

Depoimento do final

25/02/2010

Esta é uma continuação do post anterior, intitulado Viver a Vida

Pra aparecer na novela, faço cara até de triste

Nasci em São Paulo e nunca conheci meu pai. Minha mãe gata, Pati Piva, foi abandonada por ele e teve sozinha uma ninhada de cinco gatinhos: Manjar, Mingau, Camafeu, Cocadinha e o Quinto Elemento. Fomos resgatados pela Adote um Gatinho quando tentávamos nos proteger sobre um telhado, num dia de muita chuva. De lá pra cá, tivemos sorte. A família toda quase toda se separou, mas continuei junto com meu irmão Mingau.

Nessa trajetória de muita luta (aparece de fundo a frase “trajetória de muita luta”), conhecemos pessoas bacanas. Uma delas é a Denise, nossa primeira mãe gente, que nunca vamos esquecer. Ela nos deu uma casa, carinho e cuidou da gente super bem até sermos adotados pela Ju, nossa segunda mãe gente (aparece de fundo a frase “três mães: uma gata, duas humanas”).

Eu e Mingau somos muito felizes na casa da Ju. Lá sempre conhecemos gente nova e legal, temos um monte de brinquedos, recebemos educação, praticamos ioga e comemos bem. Mas como esse é um depoimento do final da novela, tenho de citar o dia em que eu entrei no armário de roupas dela e ela me fechou lá, sem querer. Tive de miar alto para ser socorrido, mas eu podia ter morrido lá dentro. Foi horrível (aparece de fundo a frase “foi horrível, eu podia ter morrido”).

Manjar brasileiro, que não desiste nunca

Anúncios
13 comentários leave one →
  1. Luísa permalink
    25/02/2010 11:00 AM

    Muita criatividade para uma pessoa só

    Muito bom huahuahuahuauha

  2. 25/02/2010 11:04 AM

    Muito, muito bom!!!! O melhor é a direção: “aparece de funndo a frase “três mães…”. Rachei de rir!

  3. Denise permalink
    25/02/2010 11:39 AM

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA… post genial!

    só preciso fazer uma correção: a mamãe pati e a camafeu, hoje tati e leeloo, foram doadas juntas também. não separaria as duplinhas mais grudentas por nada nesse universo!

    sou completamente apaixonada por essa família e os seus filhos, por terem morado mais tempo comigo, são os ‘queridinhos’. o mingau, que era o mais fraquinho da turma, me enche de orgulho. é emocionante acompanhar a evolução do pequeno… 🙂

  4. Mia permalink
    25/02/2010 12:12 PM

    TO ACOMPANHANDO SUUPER ESTA NOVELA LINDA=))

  5. Lia Rizzo permalink
    25/02/2010 1:16 PM

    Ai Juliana…. como amo você e seus posts….

  6. Michele permalink
    25/02/2010 7:32 PM

    vc devia concorrer ao globo de ouro. sério! caminho das índias que nada.

  7. Ligia permalink
    26/02/2010 9:46 PM

    Só faltou aquele final clássico: você aparece do lado abraçando ele e ele diz: essa é a Juliana, minha mãe, a razão do meu viver! 🙂

  8. Giuliano e Graziela permalink
    27/02/2010 2:57 PM

    Boa tarde, em 1º queremos lhe parabenizar pelo site seus felinos são lindos, gostariamos de um e-mail pra contato pois temos uma dupla de felinas que tenho total certeza que seus filhinhos iriam se apaixonar. mande seu e-mail pra gente que lhe mandaremos fotos.

    Parabéns!!!!!!!!!

    Giuliano e Graziela

  9. vania permalink
    18/02/2011 6:42 PM

    Adoooreeii!!!!!!

  10. Helena permalink
    25/03/2012 8:12 AM

    Que gracinha! criatividade msm!

Trackbacks

  1. Natal de gatos « Diário de dois gatos
  2. Depoimento do final – VI « Diário de dois gatos
  3. Depoimento do final – II | Diário de dois gatos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: