Skip to content

Gastigo: gato aprontão ganha apelido de Val Marchiori

23/01/2013
Manjar, em fase de poucos amigos, ganhou apelido de Val Marchiori. Hello!

Manjar, em fase de poucos amigos, ganhou apelido de Val Marchiori. Hello!

Eventos recentes fizeram com que eu trocasse temporariamente o nome de Manjar para Megerinha (alguém tem um PET com esse nome, não consigo lembrar quem é). A situação se agravou e ele passou então a ser chamado de Val Marchiori, ou simplesmente Val, tamanha a (não) doçura. Agora que tudo aparentemente voltou ao normal, Manjar segue com seu nome original – mas ainda proibido de entrar no armário. Vamos por partes.

No ano passado, devido à quantidade de pelos soltos por milímetro quadrado, os gatos foram proibidos de entrar no meu armário. Passei a deixar somente uma parte aberta, onde eles não tinham acesso às roupas.  Mas Manjar quer sempre mais e, insatisfeito com o espaço que abrigaria uma família inteira de gatos, aprendeu a empurrar a porta, conseguindo acesso até a área proibida.

Chegou final de ano, com aquele monte de fogos que os gatos odeiam,  e decidi que deixaria eles ficarem no armário para se sentirem mais seguros: só em 2013 retomaria o controle da situação. Rá. Rá. Rá.

Dois mil e treze veio e eu fechei o armário (outra promessa era fazer o mesmo com a boca, comendo menos, mas enfã…). Manjar, agora já chamado de Megerinha devido ao mau humor causado pela proibição, revoltou-se.

Com apenas uma frestinha da porta aberta, ele conseguiu subir até o maleiro e, de lá, entrar na parte proibida. Ficou preso sabe-se lá por quantas horas e, quando cheguei do trabalho, Mingau era pura angústia. Pelos miados encontrei seu irmão, que derrubou muitas roupas do cabide na tentativa de fugir do armário. Aquele mesmo armário onde ele fez uma revolução para conseguir entrar.

A partir daí, até as frestinhas – consideradas brechas de segurança, neste caso – foram proibidas. E o humor da Megerinha piorou, rendendo ao gato o apelido de Val. Ele ficou distante, mal-humorado e não quis papo por alguns dias. Ficou, em suma, #chatiado. Ficou Val Marchiori.

Nessa fase, Val se escondeu uma manhã. Sumiu. Procurei em todos os lugares, inclusive embaixo da cama, e não encontrei. O tempo passou e ouvi um barulho justamente lá. Foi quando, agachada no chão, ao lado da cama, presenciei o nascimento de um gato: Val “caía” de dentro da cama box, onde fez um buraco.  Vi sair uma cabeça, depois patinhas, o corpo, mais patinhas e o rabo daquele que vai ter, sim, seu próprio armário. Nem que seja em formato de cama box. Suspiros.

Desde então, não vi mais essa cena e Val se acalmou, voltando a se chamar Manjar. Mas ai de mim se inventar que, dentro da cama, gato não fica. Hello!

Por Juliana Tamborindeguy

Anúncios
17 comentários leave one →
  1. 23/01/2013 8:07 PM

    ahahahahaha muito bom! A Cléo Preta aqui tem se comportado bem. Vamos ver com o tempo.

  2. Carmem Pereira permalink
    24/01/2013 12:37 AM

    Muito engraçado, nossa como você entende os gatos… para evitar esse tipo de comportamento, no meu roupeiro já tem um lugarzinho só para meu gato…é dele, com cobertor e tudo, a gatinha já não tem esses “chiliques”, mas macho sabe como é, tudo se transforma em novela mexicana…adoro teu blog e teus textos, são muito legais! Bjs

  3. Luci Sanfer permalink
    24/01/2013 7:23 AM

    Ótima crônica.
    É sério que os gatos machos são mais dramalhões, como disse a Carmen? O meu Filipo vai de mal a pior. Agora que as férias acabaram, então…
    Paciência.
    Mingau e Manjar são lindos e charmosos. E cheios de personalidade.

  4. 24/01/2013 10:36 AM

    Hahahahahaha, Val!!! Ri horrores desse post, muito bom!!! Mas não precisava ofender o gatinho, Jú!! A Val Marchiori é muito chata, e o Manjar só está um pouco aborrecido!! Gato tem disso mesmo, né! Parece que se magoa, tem TPM, estranho isso!! Mas ainda bem que, ao contrário da maioria dos humanos, os gatos são criaturas boas que não guardam rancores! E agora ele já está de bem com você de novo!

    Beijos!

  5. Alexandra Martins permalink
    24/01/2013 12:57 PM

    kkkkkkkkk, Manjar tava de TPM??
    Só imagino o branquelo bravo e dando chilique!!!!
    Lambeijos Ju.

  6. Michele permalink
    24/01/2013 1:14 PM

    Aqui em casa o Frajola ganhou a carinhosa alcunha de Rogério Ceni… Ele acorda a Chulé com mordidas, fica miando na porta do banheiro quando a trancamos, faz questão de comer no prato que a Chulé escolhe, fazendo com que ela só coma quando ele não está por perto… Enfim, chato pra caramba (amenizando a palavra que acompanha a fama do goleiro, basta jogar no google “Rogério Ceni chato pra” e vcs entenderão…)! Manjar, sua zanga acaba com meu chatinho perto!!! Amei o texto, como sempre… Bjos.

  7. 24/01/2013 1:41 PM

    Por favor, não xinga o Manjar. Nem por todo o mau humor desse mundo…..
    Beijos

  8. Marília Andrade permalink
    25/01/2013 3:11 PM

    KKKK, adorei o post. Tenho um gato que recolhi da rua, um vira latas da mais alta estirpe, rs. Jack não dá chiliques para entrar em lugares, só dá chiliques de colo. Quando quer, sai de baixo…. Acho que ele pensa que eu sou a pet dele, fazer o que, né. Abraços a todos os amantes destes felinos maravilhosos.

  9. Carolina permalink
    29/01/2013 10:24 AM

    ooo que coisa né? nem vou falar “tadinho” rsrs, porque essas “aprontações” tbm me tiram um pouco a paciência rsrs

    Ju, adoro seu blog, sempre passo por aqui, apesar de ser a primeira vez que comento. E queria aproveitar a chance e o tópico pra perguntar, como vai seu sofá de swede? sobrevive bem mesmo, de verdade?
    beijão, e parabéns pelo blog e pelos bigatos lindos fofos e aprontões rsrs

    • 30/01/2013 8:53 AM

      Oi, Carolina. Bom saber que você gosta. 🙂 Meu sofá vai muito bem, obrigada. Pode comprar, mas ultrasuede bom: tenho umas cadeiras forradas com esse tecido nas quais coloquei capa, porque não confio tanto. COmo saber se é bom? Não vai ser o mais barato (infelizmã). Beijos, boa sorte

  10. Carolina permalink
    30/01/2013 8:54 PM

    que bom saber rs, logo vou ter que mandar trocar o estofado do meu sofá, lembrei na hora de quando vc postou que comprou o sofá e seu namorado achou que eles tinham parado de arranhar rsrsrs.

    aproveitando de novo, nem precisa publicar esse post, já que o negocio é moderado, pode mandar no meu email se preferir – carolina.caron@gmail.com.

    Afinal, onde vc compra as capas das suas cadeiras? Na internet nào to achando muita coisa, mas nào é possível que só tenha aquelas horrorosas de buffet, já vi as suas em fotos, onde vc consegue achar (moro em SP tbm).

    beijo!

  11. Amanda permalink
    31/01/2013 1:30 AM

    Passei por uma experiencia parecida no aniversário do meu sobrinho no ano retrasado. Meu milelo Scott revoltado por só poder ficar dentro do quarto na casa do tio Rhuam, escondeu-se dentro da cama box de seu primo. O buraco?sabe-se lá como ele abriu o próximo e se enfiou lá dentro. Só consegui encontrar o tatu-gato qdo, depois de mto tempo desesperada, olhar de baixo da cama e ver q havia uma protuberância de cor amarelada coberta pelo feltro branco do forro da cama. Esse é um dos mtos motivos q me fazem insistir em apelidá-lo de “Perigoso” hehehe bjusss

  12. Gleice permalink
    19/02/2013 9:42 PM

    Minha Nikita já rasgou embaixo da minha cama box inteira. Ela tem vários esconderijos e sempre que eu sento na cama para tirar ou colocar os sapatos, ela consegue surgir de algum buraco pra me atacar… huahua

  13. Daniela permalink
    12/03/2013 5:47 PM

    Meus gatos foram abrindo buracos no forro da cama box e fazendo do lugar um parque de diversão noturno. Até que eu só pra estragar a diversão(ho ho ho), arranquei o forro por completo. E mais uma vez, fez-se a paz na hora do soninho. 😀

  14. 16/04/2013 5:08 PM

    Amei o post, já que a minha gata, Chanel, também arrumou um esconderijo dentro da minha cama, fez um buraco no tecido e lá dentro ela fica por horas a fio. Mas, enfim ela foi descoberta, minha poodle (que ama ela de paixão #NOT) me mostrou o esconderijo da dona Chanelita. Esses dias fui tentar tirar ela de lá para mostrar para uma visita como tenho uma gata linda de viver (tive que descolar um pedaço do tecido, que raiva), e, para minha surpresa, quando puxei algo peludo lá de dentro, era um urso de pelúcia. Sim, dona Chanel leva seus amigos junto. Vê se eu posso? Morri de rir. Nunca dari
    a falta daquele urso.

  15. 01/07/2013 11:48 AM

    Eu tb limitei o acesso das 3 gatinhas na casa! E apesar de ja ter desistido de comprar flores aqui pra casa (pq elas matam todas, isso inclui tb uma palmeira…) tem uma coisa que parece que não depende de mim colocar limites ou abrir mão! Uma das minhas gatinhas, a Selien, por incrível que pareça só faz número dois em frente a caixinha de areia! Não tem nem a desculpa de caixinha suja não! Mesmo qdo a areia acaba de ser trocada! La vai ela: número 2 em frente ou ao lado da caixa e xixi (nao entendo pq) dentro da caixinha! Reparei que esse comportamento começou após ela ter sido castrada, cerca de 1 ano e meio atras! A vet diz nao ter relacao! Alguém pelamordedeus tem alguma sugestao de como resolver isso?

    • Alexandra Martins permalink
      03/07/2013 2:07 PM

      To com o mesmo problema Fabi!!!
      O Oliver faz o xixi no lugar certo mas o cocô ao lado da caixa, lavo as vasilhas toda semana e a areia completo com nova quase todo dia, as vezes acado de limpar e lá vai ele…
      Mas algumas vezes ele faz dentro da caixa bem direitinho mas ainda não consegui notar se tem algo diferente de quando ele faz dentro e quando ele faz fora!
      Se achar algo comenta aqui!!
      Beijos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: